Select Language

Visitantes

077454
Hoje
Ontem
Esta semana
Este mês
Mês passado
Todos os dias
47
81
637
2236
3230
77454

Seu IP: 200.20.0.33
23-07-2017 08:33

Avaliação da CAPES

Programa: DEFESA E SEGURANÇA CIVIL (31003010057P6)
Nível: F (Mestrado Profissional)
Área Básica: CIÊNCIAS AMBIENTAIS

Recomendado pela Capes/MEC em 12.07.06 e Homologado pelo CNE - Portaria nº 73 - DOU 19/01/2007

A CAPES é a responsável pela avaliação continuada de cursos de pós-graduação Stricto Sensu no Brasil. Somente cursos recomendados pela Capes e reconhecidos pelo CNE/MEC estão autorizados a expedir diplomas de mestrado e/ou doutorado com validade nacional.

Parecer da comissão de área sobre o mérito da proposta

Aprovar
Nível
Nota
Data
Sim
Mestrado Profissionalizante
Conceito 3
Recomendação: Ao CTC, com recomendação de
implantação.
29-06-2006

 

Recomendação para a criação do Curso em 2006

O grupo é formado por docentes com larga atuação na área e maturidade científica. O programa está ancorado em um projeto muito importante e com uma grande atuação na área de segurança civil, o Projeto Managé que contam com investimentos públicos do Ministério da Educação, do Meio Ambiente, Agricultura etc. O programa está vinculado a instituições importantes como a Fiocruz e tem o apoio da Defesa Civil. A produção científica do grupo é excelente e demonstra a maturidade científica.

Avaliação 2010

A proposta é consistente. O curso é inédito e de relevância, especialmente porque propõe a adoção de uma nova concepção de Segurança Civil, e se encontra vinculado a três áreas do conhecimento – saúde, sociais e exatas –, o que certamente lhe imprime o caráter interdisciplinar. A área de concentração – Planejamento e Gestão de Eventos Críticos – está em harmonia com as três linhas de pesquisa: desastres humanos, desastres naturais e desastres mistos. O corpo docente é diversificado e composto por dezessete docentes – todos doutores – que também atuam em outros programas. As disciplinas oferecidas são suficientes e adequadas, abrangendo as três áreas do conhecimento que caracterizam o curso. Os objetivos do curso mostram-se em consonância com a modalidade Mestrado Profissionalizante. SUA EVOLUÇÃO É NOTÁVEL, tendo em vista seu crescimento e a importância que vem assumindo no cenário nacional.

O curso está voltado para o atendimento das demandas sociais, organizacionais e profissionais. Tanto o corpo docente quanto o corpo discente participam de projetos articulados junto com órgãos públicos e outras instituições, mediante o estabelecimento de inúmeras parcerias, entre as quais se destacam os termos de cooperação técnico-científica com municípios e com o Estado do Rio de Janeiro, a consultoria técnica prestada ao Governo de Moçambique, os convênios firmados com universidades estrangeiras, a cooperação com a Secretaria de Estado de Defesa Civil (SEDEC-RJ), além das tratativas com o EIRD-ONU. A infra-estrutura atende às necessidades do curso, havendo laboratórios especializados e instalações.

Avaliação 2013

O mestrado profissional em Defesa e Segurança Civil da UFF foi criado em 2007 para atender uma demanda externa – uma solicitação oficial da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Ministério da Integração Nacional) visando contribuir com o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil. É um programa estratégico para o país que apresenta uma proposta consistente. O Programa tem uma área de concentração “Planejamento e Gestão de Eventos Críticos” com três linhas de pesquisa: desastres humanos, desastres naturais e desastres mistos. A área de concentração, as linhas de pesquisa, os projetos de pesquisa (18 em andamento) e as disciplinas (24) estão bem definidos e atendem aos objetivos do Programa.

O Programa vem desenvolvendo estratégias de evolução e consolidação (nacional e internacional) através de acordos de cooperação científica e tecnológica, projetos em parceria, consultorias. Há importante colaboração com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro e a Defesa Civil estadual, de onde provêm vários alunos do Curso. Há cooperação científica internacional com a Université de Lorraine (França), Kyoto University (Japão), Texas A&M University (EUA). Várias instituições governamentais, empresas privadas e organizações sociais, têm solicitado ao Programa, reuniões técnicas, palestras e conferências sobre a prevenção de desastres. Assim há coerência, consistência e abrangência dos mecanismos de interação com outras instituições.

O Mestrado aproveita da infra-estrutura dos laboratórios e das bibliotecas já existentes na UFF ou nos departamentos/instituições de origem dos docentes, como por exemplo, a UFRJ e a Fiocruz. Alguns municípios, micro e mesorregiões têm sido utilizados como laboratórios de aulas práticas para os alunos. As práticas de gestão em defesa civil têm sido realizadas em Coordenadorias de Defesa Civil municipais, com as quais o Programa mantém parcerias e também nas instalações do Corpo de Bombeiros estadual e da Defesa Civil do município do Rio de Janeiro. O Programa não dispõe de uma sala com vários computadores sob a alegação de que não há demanda nesse sentido. Os alunos se utilizam dos seus próprios laptops. Há, também, o apoio da sala de Informática do Instituto de Química da UFF. A infra-estrutura do Programa é, portanto, boa.

O Programa tem um bom planejamento visando atender demandas futuras e atuais. É intenção do Programa consolidar uma posição nacional de centro de formação, estudos e pesquisas para a redução de riscos de desastres de alta magnitude e complexidade no país. É planejamento, também, do Programa apoiar outras instituições de ensino superior a criar programas de pós-graduação stricto sensu na área; apoiar instituições no exterior a criar cursos de mestrado em proteção civil (já houve solicitação feita pela Universidade Católica de Moçambique nesse sentido); apoiar técnica e cientificamente, prefeituras e estados a implantar o projeto “Construindo cidades mais resilientes” da Estratégia Internacional para a Redução de Desastres da ONU; colaborar com o Governo Federal na implementação da Plataforma Nacional de Redução de Riscos de Desastres.

Pesquisa

Localização e Contato

Atendimento
Segunda a Sexta, das 9:00 às 17:00 horas
 
Endereço
Rua Tiradentes, 17 - Ingá - Faculdade de Direito II - Anexo 2º andar conjunto 26 - CEP 24210-510 - Niterói, RJ - Brasil (veja o mapa) 
 
Telefone
+55 (21) 3674-7485
 
E-mail
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.